Cabo Verde é o segundo país lusófono a integrar Equal Rights Coalition

02 de abril de 2019

Cabo Verde passou a integrar o grupo de países da Equal Rights Coalition. A adesão foi formalizada pela presidente do Instituto Cabo-Verdiano para a Igualdade e Equidade de Género, Rosana Almeida (na foto).

A Equal Rights Coalition (coligação pela igualdade de direitos) foi criada em 2016, durante a conferência mundial sobre direitos das pessoas LGBTI, no Uruguai. A rede, que integra também Portugal, tem como objectivo promover o respeito universal pelos direitos humanos, com um foco particular na protecção dos direitos fundamentais das pessoas LGBTI.

Argentina, Áustria, Austrália, Alemanha, África do Sul, Bélgica, Canadá, Chile, Costa Rica, República Checa, Equador, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Honduras, Itália, Israel, Lituânia, Malta, México, Montenegro, Nova Zelândia, Noruega, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, Sérvia, Suécia, Suíça, Ucrânia e Uruguai são os países que integram a rede.